Menu Fechar

Desconfinar sem abrandar na prevenção

Secretário de Estado alerta que «desconfinar não é abrandar».

O Secretário de Estado da Saúde alertou hoje que a epidemia «não acabou» e que «desconfinar não é abrandar», sublinhando que existe uma tendência de aumento da realização de testes de diagnóstico de Covid-19.

Na conferência de imprensa diária de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus, António Lacerda Sales lembrou que o «regresso aos fluxos das nossas vidas não pode e não deve pôr em causa o caminho que foi feito até aqui com grande sacrífico pessoal de todos os portugueses”. 

O Secretário de Estado ressalvou que «nunca é de mais relembrar» que o sucesso «depende de todos e de cada um» e da «capacidade de respeitar o outro e as regras que se aplicam a todos».

O governante informou que foram realizados mais de meio milhão de testes de diagnóstico de Covid-19 em Portugal, tendo sido feitos, em abril, uma média de cerca de 11.500 por dia. Já em maio, entre os dias 1 e 6, «a média foi de mais 12.400 testes por dia, pelo que se mantém a tendência do aumento de testagem», sublinhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *