Siga-nos no Facebook

Total de Visitas: 275164

Médicos e cidadãos vão ter acesso livre a informação de saúde

Publicado por Dr Miguel Sousa Neves em Quarta-feira Set 5, 2018

A Ordem dos Médicos (OM) e o Ministério da Saúde assinaram hoje um protocolo de colaboração inovador. Trata-se de uma parceria destinada ao apoio da decisão clínica, formação profissional contínua e literacia em saúde para todos os cidadãos.

O Jornal Médico esteve presente na cerimónia, que decorreu esta manhã, por volta das 10:00 horas, na sede nacional da OM, em Lisboa. Na presença de grandes notáveis da Medicina e dos órgãos de comunicação social, o documento foi assinado pelo bastonário da OM, Miguel Guimarães, e pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, através da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

O protocolo visa a disponibilização online e gratuita de sistemas de apoio à decisão clínica internacionalmente reconhecidos. Estes sistemas têm como principal objetivo fornecer informação aos profissionais de saúde, nomeadamente aos médicos, que permita uma tomada de decisão clínica mais informada e baseada na melhor evidência científica.

Para o ministro da Saúde, a assinatura deste protocolo significa um passo importante na “luta entre médicos e o ‘Dr.Google’”, na medida em que foi dado “um passo na batalha do conhecimento contra a ignorância, daquilo que é a realidade científica contra a informação desvirtuada”.

Leia a notícia completa em: http://www.jornalmedico.pt/atualidade/36155-medicos-e-cidadaos-vao-ter-acesso-livre-a-informacao-de-saude.html


Governo apoia relação médico-doente como património da humanidade

Publicado por Dr Miguel Sousa Neves em Quarta-feira Set 5, 2018

O Governo vai apoiar a proposta da Ordem dos Médicos (OM) de elevar a relação médico-doente a património imaterial da humanidade pela UNESCO.

“Fomos confrontados positivamente com a proposta de que a relação médico-doente seja considerada pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – património imaterial da humanidade. Naturalmente, achamos que é uma ideia que honrará o país e que fará, do ponto de vista internacional, justiça àquilo que é uma das relações historicamente mais importantes, que é a relação médio-doente”, afirmou o ministro Adalberto Campos Fernandes, à margem da assinatura de um protocolo, que decorreu esta manhã na sede nacional da OM, em Lisboa.

Questionado pelos jornalistas, o ministro da Saúde não deu mais detalhes sobre a forma como o Governo pretende apoiar esta iniciativa.

Leia a notícia completa em: http://www.jornalmedico.pt/atualidade/36156-governo-apoia-relacao-medico-doente-como-patrimonio-da-humanidade.html


Informação de Saúde certificada vai apoiar decisões clínicas

Publicado por Dr Miguel Sousa Neves em Terça-feira Set 4, 2018

Tutela adquire quatro sistemas com conteúdos rigorosos e atualizados que vão ficar acessíveis a toda a população.

No início do próximo ano, os médicos e outros profissionais de saúde vão ter acesso gratuito a quatro ferramentas informáticas que permitem tomar decisões clínicas mais informadas e baseadas na melhor evidência científica. Estes sites também vão ficar acessíveis a toda a população, garantindo informação de saúde fidedigna e atualizada aos cidadãos, doentes e familiares. O passo decisivo vai ser dado hoje, com a assinatura de um protocolo entre o Ministério da Saúde e a Ordem dos Médicos.

Leia a notícia completa em: https://www.jn.pt/inovacao/interior/informacao-de-saude-certificada-vai-apoiar-decisoes-clinicas–9797873.html


Revista Portuguesa de Gestão & Saúde nº24: setembro 2018

Publicado por Dr Miguel Sousa Neves em Terça-feira Set 4, 2018

A Revista Portuguesa de Gestão & Saúde (RPGS) edição nº24 já se encontra disponível para acesso online.

Este número conta com os seguintes artigos:

  • Relatório da ACSS, Mais Acesso, Atividade Assistencial e Recursos no SNS;
  • Acesso a Cuidados de Saúde nos Estabelecimentos do SNS e Entidades Convencionais;
  • Cuidados de Saúde Primário: prioridade da política de saúde;
  • Relatório Social do Ministério da Saúde e do SNS – 2017;
  • Retrato da Saúde 2018;
  • “Garantia de Qualidade e Eficiência em Saúde” – Liane Raquel Pinho dos Santos e Nuno Miguel Faria Araújo;
  • “Recentes Estratégias na Contratualização de Cuidados de Saúde Centrada no Utente e nos Resultados. O foco no acesso, eficiência e qualidade” – Alexandre Morais Nunes e Andreia Afonso de Matos;
  • “Satisfação com o Internamento em Pediatria. Modelo explicativo e desenvolvimento do instrumento de mediação” – André Caetano Oliveira;
  • “Na Encruzilhada do Serviço Nacional de Saúde. Tributo a António Arnaut” – J. M. Gonçalves de Oliveira;

Ficheiro disponível em: http://www.jornalmedico.pt/wp-content/uploads/rpgs/rpgs024

 


Tutela aprova despesa para renovar gestão do Hospital de Cascais

Publicado por Dr Miguel Sousa Neves em Segunda-feira Ago 27, 2018

O Conselho de Ministros aprovou, hoje, uma resolução que autoriza a despesa relativa à renovação, até ao máximo de mais três anos, do contrato de gestão do Hospital de Cascais.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministro, citado pela agência Lusa, a resolução “autoriza a realização da despesa inerente à renovação, por dois anos, eventualmente prorrogável por mais um ano, do contrato de gestão do Hospital de Cascais”.

No documento refere-se que a medida é destinada à unidade explorada em regime de parceria público-privada com o grupo Lusíadas, desde 2009, uma vez “que caducaria, relativamente à entidade gestora do estabelecimento, em 31 de dezembro de 2018”.

A resolução aprovada inclui também, segundo o comunicado divulgado após a reunião do Conselho de Ministros, “a repartição dos encargos orçamentais correspondentes”.

A tutela já anunciou que o contrato de gestão com o grupo privado, responsável pela gestão hospitalar, foi prolongado por dois anos, de forma a dar tempo ao lançamento de um novo concurso para outra parceria público-privada.

Notícia completa na edição online do Jornal Médico: http://www.jornalmedico.pt/atualidade/36090-tutela-aprova-despesa-para-renovar-gestao-do-hospital-de-cascais.html